29 de abr de 2011

Refluxo,o meu monstro!

Quando a Lara nasceu, eu me preocupava muito com o famoso "golfo" dela, ela demorava muito pra arrotar e eu ficava por longas horas ali, batendo na costinha e desenvolvendo altas técnicas pra que ela pudesse arrotar , pq eu tinha muito medo de colocá-la pra dormir e ela se engasgar com o "golfo"! Larinha foi crescendo e nessa medida os arrotos vinham acompanhados de "golfadas", umas vezes fraquinhas, outras que nem jato! Minha cabeça ficava a mil e eu cansei de ligar pro Dr. dela desesperada!
Mas aí sempre ele dizia que era normal, passou uns remédios que dizendo ele não era pra diminuir ou evitar a regurgitação e sim para amenizar a queimação que dar depois delas, eu me preocupei muito com isso e até hoje me preocupo, mas a média da Larinha engordar por mês é de 500 g, e isso é um sinal que esse refluxo chato dizendo o Dr. é "olho grande", eu não concordo, pq tem vezes que ela mama bem pouco e já dorme e quando acordar, volta tudo!!
Enfim andei lendo a revista crescer e achei uma reportagem interessante, decidi compartilhar aqui, pra vocês que assim como eu tem esse monstro chato que nos tira do sério!


Refluxo: como identificar e cuidar do bebê

Muitas vezes é só uma regurgitação normal. Veja as situações mais comuns e as mais delicadas
Você acha que seu filho tem refluxo? Tenha calma. Não é qualquer volta de leite que o bebê apresenta que pode indicar que ele tem o problema. "Os adultos confundem a regurgitação comum, que ocorre com cerca de 50% dos bebês e não interfere em seu desenvolvimento, com o refluxo gastroesofágico, que merece atenção médica e, algumas vezes, remédios”, alerta o pediatra Mauro Batista de Morais. E até mesmo alguns médicos vêm fazendo confusão. 
A questão é que os pais, ansiosos por natureza, ficam muito preocupados em ver o bebê devolvendo o alimento pela boca. Pensam que ele está doente e sofrendo. Se não encontram pela frente alguém para acalmá-los, tomam atitudes desnecessárias, como medicar o filho com o remédio que a vizinha usa ou trocar o peito pela mamadeira com leite engrossado. “O leite materno é mais leve, por isso mais fácil de voltar. Mesmo assim, é melhor o bebê regurgitar do que perder as vantagens da amamentação”, aconselha Mauro. 
O que é comum 
regurgitação ocorre porque a válvula entre o esôfago e o estômago, conhecida como esfíncter esofagiano, ainda está se desenvolvendo. Normalmente, após a passagem do leite, ele fecha e segura o líquido. Com a imaturidade, o esfíncter relaxa e não faz seu trabalho. Por isso, o retorno de um pouco de leite após a mamada, quando o bebê arrota, ou mesmo um tempo depois em forma de “queijinho” é normal. Trata-se de um tipo de refluxo fisiológico, ou apenas regurgitação, que acontece em algumas ou todas as mamadas. Ela também ocorre porque nem sempre é possível notar que o bebê mamou em excesso e lotou o estômago. Nesse caso, até um arroto mais intenso traz o líquido de volta. Regurgitar não tem nenhuma conseqüência para o bebê e não causa desconforto. Não há remédio que faça o esfíncter amadurecer mais rápido. “O amadurecimento acontece entre os 6 meses e 1 ano. Enquanto isso, é preciso paciência e fraldas extras”, diz o pediatra Glaucio Granja de Abreu.
Algumas condutas podem ser adotadas para diminuir a regurgitação e principalmente acalmar a ansiedade dos pais, que se impressionam com as voltas do leite. Uma delas é respeitar sempre o tempo de cerca de dez minutos para o bebê arrotar, mantendo-o no colo. Outra, na hora de colocar a criança no berço ou no carrinho, é deixá-la um pouco elevada e não totalmente na horizontal, posição que facilita a volta do leite. Se a criança não mama no peito, o leite engrossado com mingaus também diminui a regurgitação, mas essa medida deve ser orientada pelo pediatra
é só clicar aqui , para ler a matéria completa!
Por aqui está tudo bem, correria total pq a semana de prova está batendo na porta!
Beijos meus e dessa gostosona aí de baixo ;**


22 de abr de 2011

Do lado de cá!

Do lado de cá tem uma gordinha cheia de sorrisos e tentativas de gargalhadas, que força a garganta quando chora na tentativa de dar gritos (com teimosia nessa idade --'), que deixa a mãe preocupada quando tira uma soneca na cama, já que está rolando pra lá e pra cá #tenso. Agora a dona bolotinha finalmente curte a vibe do banhinho, ela gosta de verdade e  até rir na banheira (demorou hein Lara!), não usa mais nenhuma roupa  tamanho P, está nas fraldinhas M, pesando 6kg e com 58 cm. (gostosa demais).Ela fofoca tudo pro papai quando ele chega em casa, faz biquinho pra ele salvá-la do carrinho, conversa com o seu bracinho e quando perde de vista começa a chorar, tagarela com todo mundo e as vezes dar uma estranhadinha. Ela tá a cada dia mais esperta, só quer saber de ficar em pé no nosso colo e quando fica no carrinho tem que está amarrada (por segurança) e sentada (por birra!), brinca com bolinhas de cuspe e eu acho lindo hahahaha,já pega algumas coisas, já rir para os seus brinquedinhos,na hora de dar um soninho ela faz carinho na mamãe, papai ou quem ficar com ela até dormir, quando já está de saco cheio do carrinho se empurra pra cima super irritada (aborrecente, já?). 
Estamos um pouco ausente, porque agora somos só nós duas até a hora que o papai chega do trampo e no tempo que ela tá calminha ou dormindo eu procuro fazer as minhas coisas e estudar. Mas sempre que possível eu venho, leio as novidades de vocês e tento até comentar.
Quero desejar um ótimo feriado a todas, que Deus abençoe as nossas familias! Muitos ovos de páscoa, amor e felicidades meu povo.Bjs ;*
E pra não perder o costume, fotos da Larota Bolota pra vocês!



16 de abr de 2011

Um amor sem limite.

Noite passada eu tive um sonho chato, fiquei com o coração apertado o dia todo.
Agradeço muito a Deus pela familia que ele me proporcionou, não sou daquelas de gritar aos quatro cantos o quanto eu sou feliz e tenho uma vida abençoada, mas Deus conhece o meu coração e eles dois (Lara e Léo <3) também. De qualquer maneira hoje eu me senti a necessidade de declarar todo o meu amor por eles...
♪Eu  nunca imaginei que houvesse no mundo um amor desse jeito, do tipo que quando se tem não sabe se cabe no peito, mas eu posso dizer que sei o que é ter um amor de verdade e um amor assim eu sei que é pra sempre, é pra eternidade! ♪ 

14 de abr de 2011

Xô vicios!

Pois é minha gente, acabou-se o que era doce!
Quem me acompanha sabe que quando engravidei fui morar na casa da minha sogra (que por sinal foi maravilhosa todo esse tempo comigo e com a Lara), e continuei até semana passada. Lá eu passava o dia só com a Lara, mas tinha uma pessoa que ia pela parte da manhã fazer o almoço , lavar as roupas e organizar por lá, porque a casa era bem grande!
Mas aí uma hora teríamos quer ir para o nosso tão sonhado cantinho *-*, arrumamos as malas, pegando fraldas, pomadas e a nossa troxinha de amor e fomos que fomos!
Um apê super charmosinho que o avô do amor deu pra ele, uma graça mesmo!
E o que tem haver o tal do título da postagem? T-U-D-O!
Pra começar eu passo o dia todo sozinha com a Lara, tenho que comer, vestir e ficar em um lugar "habitável" para um ser fofo, gorduxo e muito risonho de 3 meses, resultado? Tenho que limpar e organizar as coisas sem nenhuma ajuda.
Então decidi tirar os nossos vícios, entenderam bem N-O-S-S-O-S!
Porque eu  sou viciada nela e quando estou um pouquinho longe não consigo ficar sem olhar, mesmo que ela esteja lá, calminha e feliz no bercinho dela , eu tenho que olhar toda segundo!
E ela porque mesmo que fique no berço, carrinho e bebê conforto, eu tenho que está lá, conversando ou simplesmente vendo tv com ela, ela não gosta de ficar sozinha e se fica dar um show! 
Fora que como já falei inúmeras vezes, a Lara é a dona colinho né, então ficar só no apê com uma chicletinha é igual a não fazer nada, não comer e não ter o que vestir !
Então que comecei com a reabilitação na segunda feira, meta da semana :
-Deixar a Lara sozinha no bebê conforto , carrinho ou berço e só olhar de 5 em 5 minutos (super evolução), 
-só pegar no colo se ela chorar muito, acalmá-la e colocá-la novamente no seu lugarzinho.
- mesmo que ela esteja reclamando só aparecer pra ela quando estiver terminado certa atividade ( cortar todos os legumes e depois ir até ela ou colocar a roupa na máquina de lavar ou de secar e só depois ir até ela, ou varrer algum compartimento por completo e só depois ir até ela) oaieuaeoueoaueio coisa de doida né? Mas é pq eu tenho que me controlar pra não parar tudo que estou fazendo só porque ela está reclamando, mas aí eu coloquei uma observação (olhar de longe sem que ela me veja sempre que puder - mais em intervalos maiores que cinco minutos  e parar tudo que estiver fazendo se o choro for pra valer!) , aaa gente eu sou uma mãe viciada e então tenho que ir com calma!!
- Deixar a preguiça de lado e nas noites que ela acordar pra mamar de madrugada, colocá-la no berço novamente. (ela tem acordado todas as madrugadas desde que nos mudamos, acho que ela ainda está se acostumando)
Outra coisa que estou me batendo toda, mas estou me policiando é nos dias que eu for pra aula, só ligar na hora que chegar (pra saber se ela não chorou na minha ausência) e na hora do intervalo, até porque ninguém gosta de ficar com um bebê e a mãe ligando o tempo todo, enchendo o saco, parece que não tem confiança! ( e não é nada disso, é porque eu sou viciada nela poxa :/ )


Comecei isso na segunda feira e até agora está dando super certo, a Lara é um bebê livre texto e se acostuma fácil com as coisas, o problema mesmo sou eu! Mas estou : "Vivendo sempre um dia de cada vez!" kkk e estou conseguindo!
Também estou observando como ela se comporta essa semana , pra implantar uma rotina mais organizada pra ela.


Segue uma foto do papai com a fofa na varanda nova oaiueouoaie (e eu com o coração na mão batendo a foto)  e outra dela feliz da vida sem a mamãe por perto (que ela saiba rs) conversando com a tv.


11 de abr de 2011

Antes tarde do que nunca!

Tá! Eu sei que eu já estou atrasada, mas infelizmente eu não pude entrar na net no dia certo da blogagem coletiva (estávamos de mudança) mas eu senti a necessidade de fazer esse post. Como mãe de primeira viagem, pintei muita coisa durante a gravidez que caiu por terra quando a princesa nasceu. Então vamos lá né... (já que eu insisto! rs).
Pra começar ser mãe não era uma prioridade naquele momento, mas acabou acontecendo e amando a ideia. Eu era muito nova (como se fosse há anos atrás, mas é porque eu me sinto bem mais madura agora!) e por isso recebi algumas críticas da minha familia,amigos e fofoqueiros de plantão! Tive muita sorte de ter acontecido com uma pessoa que me amava muito e me deu apoio, amor, carinho e atenção quando mais precisei (Léo te amo!).
O susto passou e as coisas foram se encaixando no seu devido lugar e eu no ato de desespero comecei a  ler (devorar) tudo que estava relacionado com os cuidados com bebês, comidinhas, rotinas e esse mundo novo, incluindo os livros, blogs , revistas, entrevistas e por aí foi, sabe no que deu meu povo? 
Quando a pequena nasceu eu peguei tanta informação, que acabei embaralhando tudo, não sabia: como , por onde, em qual momento eu devia aplicar aquilo que havia estudado durante 9 meses ( disse estudado? Quis dizer devorado!!). E quando cheguei em casa e estava frente a frente com aquela nova vida, eu decidi deixar rolar e ver no que ia dar!
As vezes eu entro numa paranóia me cobro horrores, mas  aí eu respiro fundo e tento cair na real,eu sei que me esforço e por isso eu acredito sim que Eu sou a melhor mãe que posso ser
Posso revelar um segredo? Eu fiz (e faço) muitas coisas do qual as pessoas super recriminam e a minha consciência com isso? Pesa só as vezes!


- Eu não tive um parto normal  e não me arrependo,até porque minha filha estava lá sentadona até o último minuto e ainda nasceu de bunda!
-Eu me prometi que não ia viver com ela no colo, mas adivinha qual o apelido dela? Lara colinho (porque será?).
- Voltei pra faculdade quando ela tinha menos de 2 meses e fui mega criticada , todos falando que ela ia sofrer, que se pegasse a mamadeira não pegaria mas peito, que eu não ia conseguir tirar o leite suficiente pra armazer! (primeiro ela é uma pituqueira de plantão, mama horrores no peito, segundo que ela pegou a mamadeira e terceiro que eu comprei uma bomba elétrica e tiro mais que o suficiente pra ela mamar. Nada como o tempo né?)
- Ela até dorme no berço, mas em alguns dias quando ela acorda de madrugada pra mamar, eu a coloco pra mamar na cama deitadinha comigo e dormimos por lá mesmo e abraçadinhas ainda por cima! 
- Não esterilizo a "peta" quando cai no chão, apenas passo uma água.
- Adorei saber que ela gosta de ver tv quando está no bebê conforto, assim consigo tomar banho (de 5 minutos é claro!) e algumas vezes ela adormece sozinha vendo a nossa querida galinha pintadinha o/
-Já dei banho de chuveiro nela, eu sei que ela só tem 3 meses, mas eu dei!
- Tou seca de doer porque vivo com ela no colo e não dar tempo de cozinhar direito, então algumas vezes vai um almoço de pão com queijo e iogurte mesmo!
- Lavo a roupa dela na máquina "OHHH", coloco no modo suave e vai que é uma beleza!


Tá que não é só isso,mas chega porque o tema é a "melhor mãe que eu posso ser!" não a mais irresponsável do ano!
Mas gente, apesar de alguns deslizes, eu me desdobro pra ser dona de casa, esposa, estudante de direito (que as vezes parece ser mais dificil de que cuidar da Lara)  e principalmente pra encarar o maior desafio de todos os tempos, que é ser mãe! 
Procuro colocar o meu foco não em saber quantos porcentos de coisas certas ou erradas eu faço ao dia, porque o importante é saber que eu faço tudo que está ao meu alcance pra fazer a minha gatinha feliz! 


É isso, desabafei mesmo!
beijos ;*


Ps: Estou me sentindo a sensação do verão aqui em Manaus (assunto para o próximo post), meu sling chegou e só dar a gente por aqui! "Olha a moça levando a criança na sacola!"










9 de abr de 2011

3 meses : Interagindo com todos!

Nossa filha como os dias estão passando rápido, você está tão gostosona e a mamãe está cada dia mais apaixonada por você, quer dizer, não só a mamãe, mas todo mundo que convive com você. 
Nesses três meses pude perceber o quanto você está evoluindo,a cada dia que passa você nos prestigia com surpresinhas novas, só pra babarmos mais e mais. O seu pescocinho já está super firme e você adora ficar observando tudo a sua volta.
Você está tão falante (até parece que é filha de uma tal Rafaela que não se cala um minuto rs), se puder, fica conversando por horas se tiver alguém por perto pra bater aquele papo, as vezes a mamãe fica sem assunto com você e começa a cantar e aí que você se sacode mesmo,mexendo os seus bracinhos e pernas gordinhas, fica toda sasariqueira.
E suas birras!? Mas como pode, você tem só 3 meses e já sabe o que quer! As vezes quando cansamos de ficar com você no colo (nada pessoal tá princesa? É que você está cada dia mais bolota e pesadinha) e colocamos você na cama , no carrinho, no berço, enfim... você começa reclamando com um chorinho de manha acompanhado daquelas tosse de bebê que quer chamar a atenção, só nos olhando com aquele seu  olhinho de anime (esse papai já inventa apelido!) e apesar de sabermos que é só charminho seu para voltar pro nosso colo, nós acabamos amolecendo!
E eu confesso que adoro dar aquele soninho da manhã,depois que o papai sai pra trabalhar, abraçadinha com você.
Te amamentar está sendo cada vez mais prazeroso, ainda mais agora que você fica fazendo carinho com esse seu bracinho pra lá e pra cá em mim enquanto mama, outro dia esqueci de não cortar suas unhas e fiquei com o colo todo arranhado, mas eu sei que era carinho.
Acho lindo ver o quanto você está ligada no mundo, gosta de ver tv, gosta de prestar a atenção na conversa dos outros ( toda fofoqueirinha *-*) "nem é mãezinha, eu sei que você está só querendo interagir com a gente", e a sua mãozinha , eu acho que tem sabor de chocolate, porque você não tira da boca!
Eu poderia ficar aqui por horas e horas contando tudo de novo que você anda fazendo, mas com mudamos para o nosso apê ontem (assunto para o próximo post), tenho que aproveitar que você está durmindo pra organizar o resto das coisas.
Minha gatinha, mamãe e papai te ama muito, feliz messário, que Deus te abençoe sempre!

6 de abr de 2011

Não é mãezinha, é MÃOZNHA!!

"Ei mãezinha eu descobri a minha mãozinha, ela parece uma coisa de outro mundo. Adoro ficar olhando pra ela por longos minutos e depois decido ver se ela tem algum gosto, eu a enfio na minha boca e é um babódromo só,  eu chupo dali, chupo daqui e acho super divertido. Mãezinha e como eu me concentro fazendo essas coisas! Então quando noto que você e o papai estão me babando, opa, me observando eu solto o sorriso banguelo mais gostoso que vocês já viram. 
E como vocês me babam hein, opa, me observam rs, percebem tudo que faço, conhecem todas as minhas expressões , chorinhos e novas manias. A minha mamãe chega a ficar emocionada quando eu fico conversando com ela com as minhas palavrinhas de uu pra lá, ee pra cá ,agu alí e toda aquela linguagem de bebezinhos que os papais acham piada, porque não se cansam de rir. 
Beijos mamãe, agora tenho que ir ali dar uma pitucada"



1 de abr de 2011

Podemos chamar de rotina?

Pois bem, não vou dizer que eu implantei uma rotina por aqui,(apesar de quando estava grávida ter lido a encantadora de bebês)  Mas foi acontecendo sabe?  De uma maneira bem natural nós duas fomos nos adaptando com esses horários e quando percebi, os seguiamos quase sempre! Segue da seguinte forma :

Nossa primeiro despertar é às 6h ou 6:30, Lara mama e dorme novamente,dessa vez na cama comigo, enquanto o papai se arruma para o trabalho. Depois nós acordamos 9h ou 9:30, mama, fica acordada, conversa, trocamos a fralda e umas 10:30 dorme novamente, é quando eu desperto, como alguma coisa, tomo um banho, estudo ou entro na net. Quando dar 12h ela acorda, mama, brinca, chora, toma um banho (13h), mama novamente e 14h dorme, é quando eu tiro o leite e ponho pra congelar, tiro uma sonequinha com ela , ou entro na net, estudo, arrumo alguma coisa por aqui. 


Pausa - dias de facul , eu a acordo 16h ela mama, fica acordadinha vendo tv, enquanto eu me arrumo, daí umas 17:30 amamento ela novamente até 18h, então no caminho para casa dos avós do amor ela dome e acorda só umas 20h, mama a mamadeira com LM, e algumas vezes fica acordada até 21h, ou até a gente chegar... Mas quando ela dorme 21h, quando chegamos, nós a acordamos ela mama e vai acordadinha pra casa, chegamos por volta de 23h, eu coloco o pijaminha, as vezes faço uma massagem rápida, dou mamar e ela dorme umas 00:00 ou 00:30... atéééé 6h.
despausa. 


Mas quando não vou pra aula, seguimos assim , dorme as 14h até 17h, acorda mama, brinca, conversa, ver tv e fica chatinha querendo durmir, dorme mamando umas 19h até 21h ou 22h, acordada mama, brinca, chora e faço ela ficar acordadinha até 23:30 ou 00:00 pra que ela mame novamente e durma!


Ps: É claro que tem dias que passeamos , vamos ao shopping, casa de alguém, médico... e outros dias que o horário não são exatamente esses, eu sei que ainda é um pouco bagunçada, mas na maioria das vezes (90 %) ,seguimos essa rotina.
Só tenho à agradecer pela minha gatinha, um amorzinho, confesso que estou cada dia mais apaixonada.


Beijos ;**